Exercitar o corpo, alma, mente. Bater no coração vezes, vezes, muitas vezes de punho fechado e gritar. Emoldurar as pisaduras, colocar álcool sobre as feridas, rir às gargalhadas sobre o choro. Esticar, dobrar, cair, morder, esmagar. E deixar-se... desaparecer.

a 25.5.10
Etiquetas: , ,

 

4 comentários:

Adriano.

adoro duas vezes.

b'passarinho

só duas? que pobre poças...

Adriano.

vi duas vezes e adorei as duas. eu depois actualizo o meu comentário. pode ser?

b'passarinho

porque eu sou fixe, e tu também pronto, pode ser.