ando a tentar chegar-te ao topo, Torre Eiffel, Clérigos, ó Empire State. as minhas vertigens andam muito controladinhas. não fossem os passos dos outros me desequilibrarem e as pernas me tremerem... mas vou subindo, sem olhar-te o chão. até já.


a 4.3.13
Etiquetas: , ,

 

0 comentários: