os meus cadernos de cheiro
empoeirados na estante
proclamaram-me hoje
castradora da felicidade

botei o avental à cinta
ergui-me de orgulho
ferido e voltei
a arrumá-los
por ordem alfabética
 
 

a 14.6.13
Etiquetas: , , ,

 

0 comentários: