Nova carta aos psiquiatras:

Disseram-me que ia ser confortável, que ia ficar tranquilo

Deram-me os vossos comprimidos:
Quero masturbar-me e não posso

Onde está a minha solidão? Quero a minha solidão
Onde está a minha angústia? Quero a minha angústia
Onde está a minha dor? Quero a minha dor

Deram-me os vossos comprimidos:

engordei e fiquei lustroso como um gato a quem tivessem cortado os tomates.

 
 "Corpo Cru", de João Damasceno, ed. Fenda, 1983, p. 47


a 12.9.13
Etiquetas: , , ,

 

0 comentários: