tive um sábado espectacular: depois de uma semana com dores do demo por causa daquele e do outro dente partido, acordo e vou direita à consulta. sento-me, abro a boca, e a dentista (é uma mulher) insiste que o que tenho de tratar é um outro dente e não os partidos. confio. que mais pode uma pessoa fazer de boca aberta e de espátulas e sei lá o quê mais por ali enfiados? anestesia, e estou uma hora ali a ouvir duas serigaitas de bata a falarem da casa dos segredos. "a menina não é irmã nem amiga dela pois não? é que ela é aqui do norte, podiam conhecer-se" a minha boca estava demasiado ocupada para eu poder dizer fosse o que fosse. ainda bem, talvez. tudo acaba e pergunto quanto tempo demora a anestesia a passar "duas horas. e não coma nada por enquanto ou ainda se trinca". está bonito, vou trabalhar com meia cara adormecida. e vou. não me babei, mas a minha fala estava bastante em modo alcoolizado. é sempre uma boa figura para se vender lingerie. entretanto o dia passa, a anestesia também, e a dor retoma. fico fula. continuo com dois dentes partidos e a mamar no brufen. estou cansada e só quero dormir (uma semana a fazer mais horas, uma semana a dormir entre quatro/cinco horas), mas o raio do Salgado faz anos, e o homem da minha vida estava prestes a virar russo por uma noite. e fomos para o Maus Hábitos. onde não me queriam deixar entrar. porque mesmo depois de repetir o meu nome e quase soletrando, continuavam a perceber "Tânia" (estava na guest list, apesar de não conhecer o caralho do Salgado) ai socorro. eram umas não sei quantas bandas de treta em salgalhada constante. e os russos eram os últimos. até às duas da manhã, teria eu de aguentar. e aguentei. antes disso o amigo chegou e também não deixavam entrar (pelos vistos chegaram à conclusão que aquilo estava lotado). visto que o homem importante não resolveu o assunto, lá fui eu fazer charme. valeu qualquer coisinha, e entrou o amigo mais os dois amigos do amigo sem pagar. bom negócio. e as filas das casas de banho? desisti e a certa altura recorri às dos homens. duas da manhã e os russos tocam. as cachopas dançam e os moços rejubilam. foi bonito. 
vou para casa. dormir. 

a 27.1.14
Etiquetas: , , ,

 

0 comentários: