já não sei escrever. já não sei chorar. já não sei ver filmes. já não sei ler o Al Berto, nem a Sylvia Plath, já quase perdi a paciência para o Bukowski até. a música já não me comove como dantes. restam-me poucas coisas para sentir. um pouco de fotografia, algumas colagens, a Adília que me diverte, o café repetido várias vezes ao dia, o maduro tinto ainda escorrega assim assim. alguns animais e algumas cores também, ainda que me vista mais de preto que o antigamente. 
acho que já não sei sofrer.

 

a 28.5.14
Etiquetas: , , , ,

 

0 comentários: